Variação referente ao mês homólogo Entrar
Nascimentos
Encerramentos
Insolvências

Estabelecimentos hoteleiros com queda na faturação de quase 70% em 2020

Valor mais baixo do setor nos últimos 20 anos

O Estudo Setorial DBK da Informa D&B estima que a faturação dos estabelecimentos hoteleiros registou uma queda de 66,1% em 2020, com as receitas a ficarem nos 1 457 milhões de euros, sendo o valor mais baixo dos últimos 20 anos.

Para as contas desta estimativa fazem parte os hotéis, as unidades de alojamento local, os aparthotéis, os apartamentos turísticos, as unidades de turismo no espaço rural e de habitação, os aldeamentos turísticos, as Quintas da Madeira e as Pousadas.

O número de hóspedes contraiu 61,3%, situando-se em pouco mais de 10,5 milhões, enquanto as dormidas (26 milhões) diminuíram 63%. Os estabelecimentos de turismo no espaço rural e de habitação foram os que registaram a menor queda de dormidas (-36%). Nos hotéis, estabelecimentos que representam cerca de 56% do total, as dormidas registaram uma queda de 65%.

As dormidas realizadas pelos residentes em Portugal diminuíram 35% e no caso dos residentes no estrangeiro a redução foi de 75%.

Entre os estrangeiros, a maiores quedas registam-se os Estados Unidos (-87,7%), Brasil (-76,1%) e Reino Unido (-78,5%). Os britânicos mantiveram-se como os clientes estrangeiros mais importantes, representando 8% das dormidas totais, à frente dos alemães e espanhóis.

Estrutura do setor

  • A capacidade hoteleira em Portugal (considerando conjuntamente os hotéis, as unidades de alojamento local, os aparthotéis, os apartamentos turísticos, as unidades de turismo no espaço rural e de habitação, os aldeamentos turísticos, as Pousadas e as Quintas da Madeira) era de cerca de 443 200 camas em 2019, o que representa um crescimento de 4,7% face ao ano anterior, mantendo o ritmo de crescimento iniciado em 2014.
  • A região que concentrava maior atividade deste setor era o Algarve, que representava cerca de 30% do total das camas em 2019, à frente da região de Lisboa, com cerca de 21%.
  • Em 2019, 51% do número total de camas correspondia aos hotéis, seguindo-se o segmento de alojamento local (20%), que foi o que mais aumentou a sua capacidade, com uma variação de cerca de 13%. Por sua vez, os aparthotéis, os estabelecimentos de turismo no espaço rural e de habitação e as Pousadas também apresentaram uma evolução positiva da sua capacidade.

Dados Gerais, 2020

Número de estabelecimentos (a)6.833
Número de camas (a)443.157
Hotéis224.761
Alojamento local87.997
Aparthotéis45.744
Apartamentos turísticos35.395
Turismo no espaço rural e de habitação26.583
Aldeamentos turísticos18.432
Pousadas (b)4.245
Hóspedes (milhares)10.516
Dormidas (milhares)25.968
Mercado (milhões de euros)1.457
Dormidas (% var. 2020/2019) (d)-63,0
Mercado (% var. 2020/2019)-66,1

(a) 2019. (b) inclui as “Quintas da Madeira”.

Fonte: Estudos Setoriais DBK: ‘Estabelecimentos Hoteleiros’

SOBRE A INFORMA D&B

A Informa D&B é a empresa que, em Portugal e Espanha, lidera a oferta de informação e conhecimento sobre o tecido empresarial, ajudando a fundamentar as decisões de negócio dos seus clientes. Com mais de 100 anos de experiência, a Informa D&B está integrada na D&B Worldwide Network, a maior rede de informação empresarial, que  dá acesso à maior base de dados mundial sobre empresas.

Através de ferramentas e análises inovadoras, disponibiliza o acesso a informação relevante para a condução dos negócios dos clientes, entre os quais se encontram em Portugal mais de 14 mil empresas.

A base de dados empresariais da Informa D&B é a mais utilizada em Portugal servindo mais de 450 mil utilizadores através das duas marcas INFORMA e EINFORMA. 95% das entidades bancárias, 45% das grandes empresas e 21% das PME portuguesas são clientes ativos da Informa D&B, que consultam anualmente mais de três milhões de relatórios sobre empresas.

Para mais informações : apoio@informadb.pt / 808 29 30 29