Abril 2022 Variação referente ao mês homólogo
Nascimentos
03332
-12,2%
Encerramentos
00757
-22,9%
Insolvências
00132
-24,1%

Em 2022 já nasceram 8 868 empresas, mais 35% do que no ano passado

Nascimento de novas empresas em franca recuperação

Alojamento e restauração e Transportes, dois dos setores mais afetados pela pandemia, estão agora entre aqueles que registaram os maiores crescimentos na constituição de novas empresas

Nos dois primeiros meses de 2022 nasceram em Portugal 8 868 novas empresas, o que representa um crescimento de 35% face ao mesmo período do ano passado.

Os valores apurados pelo Barómetro da Informa D&B até ao final de fevereiro confirmam uma trajetória de recuperação do empreendedorismo. Fevereiro de 2022 é o quinto mês consecutivo a assinalar crescimento neste indicador.

Em relação ao mesmo período (janeiro + fevereiro) de 2020, o último ainda antes da pandemia, a diferença é de apenas -8%.

Todos os setores a recuperar

Um dos indícios de recuperação vem de dois dos setores mais afetados pela pandemia, Alojamento e restauração e Transportes, que estão agora entre aqueles que registaram os maiores crescimentos na constituição de novas empresas: Alojamento e restauração com 352 novas empresas (+80%) e Transportes com mais 278 (+105%).

Destacam-se também crescimentos significativos nos setores dos Serviços gerais (+411 constituições, +49%), Atividades imobiliárias (+331 constituições, +40%) e Serviços empresariais (+304 constituições, +26%).

Atividades Imobiliárias, Tecnologias de informação e comunicação e Agricultura e outros recursos naturais são os únicos setores que crescem inclusivamente face ao mesmo período de 2020, antes da pandemia.

O crescimento na constituição de novas empresas é transversal a todas as regiões e distritos, com destaque para a Área Metropolitana de Lisboa, com 1 215 constituições, que correspondem a um aumento de 57%.

Menos encerramentos e insolvências

Em janeiro e fevereiro de 2022 encerraram 2 009 empresas, menos 4% que no período homólogo. A maioria dos setores de atividade registam valores de encerramento inferiores a 2021, com a exceção das Retalho (+38 encerramentos, +13%), Indústrias (+33 encerramentos, +17%), Atividades Imobiliárias (+21 encerramentos, +16%) e Serviços Gerais (+1 encerramento, +0,4%).

No mesmo período, 263 empresas iniciaram um processo de insolvência, valor que representa uma descida 23% face a 2021 (menos 80 novos processos).

Ver o Barómetro completo

Nota sobre insolvências

Entidades com processos de insolvência iniciados no período considerado, com publicação no portal Citius do Ministério da Justiça. O Barómetro Informa D&B considera os processos de insolvência de pessoas coletivas. Este Barómetro não analisa os processos de insolvência de empresários em nome individual, de profissionais liberais, ou de particulares.

Para mais informações: apoio@informadb.pt | 808 29 30 29EDIT