janeiro 2024 Variação referente ao mês homólogo
Nascimentos
04929
-8,3%
Encerramentos
00636
-50,1%
Insolvências
00210
3,5%

Foram criadas 31 556 novas empresas até 31 de julho

  • Novas empresas nos Transportes crescem 72% face ao período homólogo
  • Alojamento e restauração com crescimento de dois dígitos
  • Atividades imobiliárias perdem protagonismo na criação de empresas
  • Encerraram mais de 6 mil empresas desde o início do ano
  • Insolvências crescem 16%

Desde o início do ano e até 31 de julho foram constituídas em Portugal 31 556 novas empresas, mais 7% (+ 2 051 novas empresas) do que no mesmo período de 2022, fruto de crescimentos que se tem verificado em quase todos os meses deste ano.

De acordo com o Barómetro da Informa D&B, o crescimento na criação de novas empresas é transversal a quase todos os setores. Serviços empresariais e Serviços gerais mantêm, em termos absolutos, a liderança na criação de empresas, representando 16% (5 102 constituições) e 14% (4 432 constituições) respetivamente. No entanto, o maior crescimento percentual ocorre nos Transportes, que aumenta 72% face ao período homólogo (+1 631 constituições), uma tendência que se verifica nos últimos anos e que decorre das novas empresas da atividade de transporte de passageiros em veículo ligeiro.

De realçar também um crescimento de dois dígitos no setor do Alojamento e restauração, com mais 13% de novas empresas (+364 constituições).

Entre os setores com uma queda percentual na criação de empresas, destacam-se as Atividades imobiliárias, com a maior descida (-285 constituições; -8,7%) e as Tecnologias da informação e comunicação (-142 constituições; -7,1%). A descida no setor das Atividades imobiliárias verifica-se em mais de metade dos distritos de Portugal. Já a quebra registada no setor das TIC foi muito concentrada em Lisboa.

Encerraram mais de 6 mil empresas desde o início do ano

Até 31 de julho registaram-se 6 777 encerramentos de empresas em Portugal. No acumulado dos últimos 12 meses, este indicador atinge os 14 259 encerramentos, um valor muito próximo dos 12 meses anteriores. Metade dos setores de atividade registam mais encerramentos que há 12 meses, destacando-se as Tecnologias da informação e comunicação (+86 encerramentos; +13%) e as Atividades imobiliárias (+66 encerramentos, +6,0%).

Novos processos de insolvência aumentam em mais de metade dos setores

No mesmo período, iniciaram-se 1 116 processos de insolvência, o que corresponde a um aumento de 16% (+154 processos de insolvência) face ao mesmo período de 2022. Esta subida é transversal a mais de metade dos setores de atividade.

Ver o Barómetro completo

Nota sobre insolvências
Entidades com processos de insolvência iniciados no período considerado, com publicação no portal Citius do Ministério da Justiça. O Barómetro Informa D&B considera os processos de insolvência de pessoas coletivas. Este Barómetro não analisa os processos de insolvência de empresários em nome individual, de profissionais liberais, ou de particulares.

SOBRE A INFORMA D&B
A Informa D&B lidera, em Portugal e Espanha, a oferta de informação e conhecimento sobre o tecido empresarial. A atuar em Portugal há mais de 110 anos, acompanhámos a evolução do País e a forma de fazer negócios, desenvolvendo ferramentas e análises tão inovadoras quanto tecnologicamente avançadas. Continuamos a proporcionar ao mercado informação relevante e de confiança, para fundamentação das decisões de negócio nas empresas.

A informação produzida pela Informa D&B é utilizada em Portugal por 95% das entidades bancárias, 45% das grandes empresas e 21% das PME, servindo mais de 450 mil utilizadores, que consultam anualmente mais de três milhões de relatórios sobre empresas, através das marcas INFORMA e EINFORMA.

A Informa D&B está integrada na D&B Worldwide Network, a maior rede de informação mundial sobre empresas e outras organizações.

Para mais informações : apoio@informadb.pt / 808 29 30 29