Maio 2022 Variação referente ao mês homólogo
Nascimentos
04057
7,0%
Encerramentos
00777
-22,3%
Insolvências
00153
-5,0%

Empresas investiram 89,5 milhões de euros em formação externa

Ler estudo completo

24 408 empresas em Portugal apresentam investimento em formação externa, totalizando um valor de 89,5 milhões de euros. De acordo com a análise da Informa D&B ’Investimento em formação externa das empresas em Portugal’, o valor corresponde a uma média de 3,7 mil euros por empresa.

Os dados respeitam a 2020 e referem-se apenas às ações de formação realizadas com recurso a especialistas e profissionais externos, não incluindo, portanto, aquelas que não representam um custo para a empresa, como as que são desenvolvidas internamente pelo próprio empregador ou por instituições como o IEFP.

Principais indicadores

Segundo Teresa Cardoso de Menezes, diretora geral da Informa D&B, ‘o desenvolvimento e a retenção do talento é um dos principais fatores de diferenciação na competitividade e crescimento das empresas; a formação é um fator igualmente importante para os colaboradores porque contribui enormemente para a sua motivação e para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.’

Os valores registados em 2020 apresentam uma queda face aos anos anteriores, quer em valor de investimento, quer em percentagem de empresas que apresentaram investimento em formação, possivelmente devido aos constrangimentos provocados pela pandemia da Covid 19.

Evolução do número de empresas que investem em formação externa

Estas cerca de 25 mil empresas investiram em 2020 uma média de 95 euros em formação por empregado, um investimento que representa 0,4% dos gastos com pessoal.

Apesar de representarem apenas 6,8% do tecido empresarial, as empresas que investem em formação externa agregam 945 mil empregados, cerca de um terço de todo o emprego nas empresas. A forte presença de empresas de grande dimensão (33%) neste universo explica a concentração do emprego numa fatia tão pequena do nosso tecido empresarial. 60% do investimento é realizado por empresas maduras (20 ou mais anos de antiguidade).

Os setores onde o investimento por empregado é maior são as Atividades imobiliárias (o único setor que ultrapassa os 200 euros por empregado), as Tecnologias de informação e comunicação, os Transportes, Grossistas e Serviços gerais, todos eles com valores por empregado acima dos 100 euros. Construção, Agricultura e outros recursos naturais e Alojamento e restauração são os setores onde é menor o investimento externo por empregado.

Empresas que investem em formação externa – Setores de atividade

Investimento por empresa é superior nas empresas de capital estrangeiro

Entre as empresas que investem em formação externa, as de capital estrangeiro investem uma média superior a 18 mil euros por empresa, valor muito superior aos cerca de 2,5 mil euros nas empresas de capital nacional.

O fenómeno está relacionado com a dimensão das empresas, já que as empresas de capital estrangeiro estão muito representadas entre as grandes empresas, entre as quais se encontra a maior taxa de empresas que investem em formação externa.

O estudo da Informa D&B mostra também que, face à totalidade do tecido empresarial, 18% das empresas de capital estrangeiro investem em formação externa, percentagem que desce para os 7% se considerarmos apenas as empresas de capital nacional. Entre todas as 24 408 empresas que investem em formação externa, 7% têm capital estrangeiro, mas realizam um investimento que corresponde a 35% do total.

Empresas que investem em formação externa – Nacionalidade de capital