Maio 2022 Variação referente ao mês homólogo
Nascimentos
04057
7,0%
Encerramentos
00777
-22,3%
Insolvências
00153
-5,0%

Foram criadas 38 211 novas empresas até final de novembro

Atividades imobiliárias já são o 3º setor com mais constituições de novas empresas

Até 30 de novembro nasceram em Portugal 38 211 novas empresas, de acordo com o Barómetro da Informa D&B. São valores que revelam ainda alguma fragilidade, sobretudo nos setores mais afetados pela pandemia, pois apesar de representarem um crescimento de 9,4% em relação ao mesmo período de 2020, estão ainda 16,7% atrás de 2019, o último ano antes da pandemia.

Os meses de outubro e novembro de 2021 voltaram a superar os meses homólogos, após uma quebra em agosto e setembro. 2021 deverá terminar com a criação de novas empresas ao nível de 2017.

Novas empresas de Atividades Imobiliárias mais que duplicam em 6 anos

O setor das Atividades Imobiliárias está a recuperar o grande crescimento na criação de novas empresas que tinha antes da pandemia. Até 30 de novembro nasceram neste setor 4 588 novas empresas, o que representa um crescimento de 6,1% face a 2019 e de 33% quando comparado com 2020, sendo o 3º setor onde estão a nascer mais empresas. O crescimento o empreendedorismo neste setor verifica-se em todo o país, à exceção dos grandes centros urbanos como Lisboa, Porto e Coimbra.

Além das Atividades Imobiliárias, apenas 2 setores – Tecnologias da informação e Comunicação (+6,1%) e Agricultura e outros recursos naturais (+0,4%) – registam crescimento em relação a 2019.  

Alguns dos setores que sofreram maiores impactos da pandemia e das medidas restritivas decretadas para a combater mostram ainda uma maior distância face aos valores de 2019, como os Transportes (-56%), Alojamento e restauração  (-28%) e Serviços gerais (-27%).

Encerramentos e Insolvências mantêm descida

Os encerramentos e as insolvências continuam a registar valores inferiores a 2019, muito provavelmente devido às medidas de apoio que o Estado português colocou à disposição das empresas.

Encerraram este ano 11 091 empresas, menos 6,4% que no período homólogo e menos 21,4% do que em 2019. Todos os setores de atividade registam níveis inferiores a 2019. 

Até 30 de novembro, 1 820 empresas iniciaram um processo de insolvência, valor que representa uma descida de 14,8% face a 2020 (menos 315 novos processos) e de 10,1% face a 2019 (menos 204 novos processos). A esmagadora maioria dos setores de atividade encontra-se em níveis inferiores a 2019, com a exceção do Alojamento e Restauração (+86 novos processos) e dos Serviços Gerais (+36 novos processos).

Ver o Barómetro completo

Nota sobre insolvências:
Entidades com processos de insolvência iniciados no período considerado, com publicação no portal Citius do Ministério da Justiça. O Barómetro Informa D&B considera os processos de insolvência de pessoas coletivas. Este Barómetro não analisa os processos de insolvência de empresários em nome individual, de profissionais liberais, ou de particulares.

Para mais informações : apoio@informadb.pt | 808 29 30 29