terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

O crescimento das vendas de automóveis modera em 2018


Evolução do Mercado


  • O volume de negócio no setor de concessionários de automóveis (incluindo venda de automóveis novos, venda de automóveis de ocasião e venda de recâmbios, serviços de mecânica e outras atividades) manteve em 2018 a tendência de crescimento observada desde 2013, embora o ritmo se tenha atenuado.
  • Estimou-se um valor de 5.900 milhões de euros para 2018, cerca de mais 3% do que em 2017, ano no qual se tinha contabilizado um acréscimo de 6,5%. Importa assinalar que no triénio 2014-2016 contabilizaram-se ascensos anuais de dois dígitos.
  • O progresso das receitas dos concessionários manteve-se em linha com a evolução da procura de veículos novos. Assim, as vendas de automóveis ligeiros de passageiros atingiram, incluindo os veículos todo o terreno, cerca de 228.300 unidades em 2018, o que supôs mais 2,8% do que em 2017.

Estrutura da oferta

  • Após a forte redução do tecido empresarial registada no setor de comércio de veículos automóveis ligeiros no período 2008-2014, o qual passou de quase 6.100 para 4.551 empresas, o número de operadores voltou a crescer no período 2015-2017 até cerca de 5.500, com taxas anuais que rondam os 5-7%.
  • A maioria das empresas localizam-se na zona Norte de Portugal, a qual alberga cerca de 40% do número total, seguindo-se as zonas de Lisboa e Centro.
  • O volume de emprego ascendeu no último ano a cerca de 30.000 trabalhadores, um acréscimo de 6,5% em relação ao ano anterior. O quadro de pessoal médio por empresa situa-se em cinco pessoas, localizando-se os operadores de menor dimensão na zona Centro, no Alentejo e no Algarve.
Dados Gerais, 2018