sexta-feira, 4 de maio de 2018

Aumento da produção e do mercado de café nos últimos três anos


Evolução do Mercado


  • O valor do mercado de café tem alcançado nos últimos anos uma significativa retoma, após um período de estagnação que derivou da contração do consumo privado durante os anos  da crise económica.
  • Desta forma, o mercado cresceu 3,1% em 2017, contabilizando 500 milhões de euros. Esta evolução confirma a tendência ascendente iniciada em 2014, embora a taxa de variação se tenha reduzido ligeiramente no que respeita ao biénio 2015-2016.
  • As exportações de café tostado e solúvel situaram-se em 66 milhões de euros, contabilizando um crescimento de 1,5%, enquanto as importações registaram uma queda de 0,9%, situando-se em 116 milhões de euros. Espanha é o principal destino das exportações, assumindo 35% das mesmas.

Estrutura da oferta

  • O setor está integrado por cerca de 70 operadores torradores. A zona Norte concentra 35% das empresas, seguida de Lisboa (30%) e a zona Centro (17%).
  • Observa-se uma presença maioritária de empresas de pequena dimensão, as quais operam junto de um número reduzido de grandes companhias, algumas delas com uma oferta diversificada, que estão presentes tanto no canal de alimentação como no canal horeca.
  • Existe apenas uma empresa com mais de 500 trabalhadores e só outras quatro empregam 100 ou mais efetivos. Importa assinalar que 84% das companhias tem um quadro de pessoal abaixo dos 20 empregados.

Dados Gerais, 2017