segunda-feira, 23 de maio de 2016

Exportações de fruta e hortícolas nacionais cresceram 24% em 2015


A produção de fruta e produtos hortícolas em Portugal está cada vez mais direcionada para o exterior, tendo registado em 2015 um forte crescimento de 24% nas exportações face ao ano anterior, com um valor de 570 milhões de euros, de acordo com o estudo setorial "Frutas e Produtos Hortícolas" da Informa D&B. Se recuarmos até ao início da década, este crescimento das exportações é de mais de 80%, já que o setor exportou 313 milhões de euros em 2010.

Espanha é o mercado externo mais importante, reunindo uma quota de cerca de 40% das exportações em 2015. Outros países em destaque são a Holanda e a França, com participações respetivas 10% e 11% nas exportações. No que diz respeito às importações, Espanha assume também grande destaque, com uma quota de 61% do total em 2015.

A produção global portuguesa de frutas e produtos hortícolas foi de 2 150 milhões de euros, mais 2,5% do que em 2014.

A superfície dedicada ao cultivo de frutas e produtos hortícolas em Portugal situou-se em 2014 em 122 640 hectares, mais 8,1% do que no exercício anterior. 40% da superfície total corresponde aos frutos não cítricos, 16% aos frutos cítricos e 44% aos produtos hortícolas.

No setor de produção de frutas e produtos hortícolas existe uma elevada atomização da oferta. Estão identificados cerca de 15 mil produtores, que geram mais de 23 mil postos de trabalho.

Na área da comercialização grossista operam pouco mais de 2 mil empresas, com um quadro de pessoal global de aproximadamente 10 mil trabalhadores. neste escalão predominam também as sociedades de reduzida dimensão, com 90% das empresas com menos de 10 trabalhadores.