segunda-feira, 6 de abril de 2015

Volume de negócio dos concessionários de automóveis sobe 17,1% em 2014

Em 2014 consolidou-se a tendência de crescimento das vendas de automóveis em Portugal. Assim, após a forte queda registada no período 2010-2012 e a ligeira retoma de 2013, a faturação agregada dos concessionários de automóveis (incluindo venda de automóveis novos, venda de automóveis de ocasião e venda de recâmbios, serviços de mecânica e outras atividades) contabilizou um aumento de 17,1% em 2014, situando-se nos 4.100 milhões de euros.

As vendas de veículos novos ligeiros de passageiros alcançaram as 142.827 unidades, face a 105.921 em 2013 e ao valor mínimo de 95.309 unidades registado em 2012, ainda que se tenham situado muito abaixo das 223.400 unidades matriculadas em 2010.
As previsões no curto prazo apontam a um crescimento adicional da procura.

Em 2013 operavam em Portugal perto de 4.600 empresas dedicadas ao comércio de veículos ligeiros, face a 5.300 em 2011 e mais de 6.000 no ano 2008, o que mostra a forte redução do tecido empresarial durante os últimos anos.

O volume de emprego gerado mantém também uma tendência de descida. Assim, em 2013 situou-se nos 26.200 trabalhadores, cerca de menos 10.000 do que em 2009 e menos 16.400 do que no ano de 2004.

O número médio de empregados por empresa situou-se em 2013 nas seis pessoas, localizando-se as de maior tamanho médio nas zonas do Algarve e Lisboa e nos arquipélagos dos Açores e Madeira.

Dados Gerais, 2014