quinta-feira, 17 de julho de 2014

Mercado de transporte rodoviário de passageiros desceu 1,7% em 2013


A deterioração da economia portuguesa e da procura turística interna penalizaram a actividade das empresas públicas e privadas de transporte rodoviário de passageiros no biénio 2012-2013. No exercício de 2013, o valor do mercado situou-se nos 590 milhões de euros, representando uma descida de 1,7% face a 2012 e uma variação média anual negativa de 1,2% em relação a 2011.

A debilidade da procura e o elevado nível de preços dos combustíveis têm afectado negativamente as margens das empresas nos últimos exercícios.

Em 2012 operavam em Portual 143 empresas com actividade de transporte rodoviário de passageiros nacional interurbano, que contavam com um parque de 7.538 veículos, correspondendo a uma média de 53 veículos por empresa.

Apenas 20 companhias geriam um parque superior a 100 veículos, concentrando cerca de 65% do parque total, enquanto perto de 75 dispunham de menos de 20.

A zona Norte de Portugal é, com grande diferença sobre as restantes, a que contém o maior número de empresas, com 60% do total. Seguem-se as zonas Centro (21%) e Lisboa (16%). Não obstante, na zona de Lisboa localizam-se quatro das oito empresas com frotas de mais de 199 veículos.

Além das empresas dedicadas ao transporte nacional regular interurbano, em 2012 existiam 261 no Regime Especial Ocasional, que geriam 1.144 veículos, e 159 dedicadas exclusivamente ao transporte rodoviário internacional. Estas últimas dispunham de 609 veículos.