quarta-feira, 19 de março de 2014

Valor da produção do sector de derivados de carne atingiu os €945 milhões em 2013


O valor da produção no sector de derivados de carne situou-se no ano 2013 em 945 milhões de euros, o que representa um crescimento de 0,5% em relação a 2012, num enquadramento de ligeira contração das vendas no mercado interno e melhoria do saldo comercial com o exterior.

O balanço comercial apresenta um saldo negativo, embora nos últimos anos o deficit se tenha reduzido significativamente, passando de 61 milhões de euros em 2010 para 19 milhões em 2013. Neste último ano as exportações alcançaram 135 milhões de euros, 20,5% mais do que em 2012.

Angola é, com grande diferença para os restantes países, o mercado externo mais importante para as empresas portuguesas, com uma quota sobre o valor das exportações totais acima de 70% nos dez primeiros meses de 2013. Quanto à origem das importações, destaca-se Espanha, de onde provém pouco mais de 60% do valor total, à frente de Alemanha e França.

O número de empresas com actividade no sector registou em 2012 um decréscimo significativo, contabilizando-se 399 empresas, 4,5% menos do que no ano anterior. O volume de emprego sectorial também reduziu em 2012, até pouco mais de 6.300 trabalhadores, face a cerca de 7.000 contabilizados em 2011.

Predominam os operadores de pequena dimensão: cerca de 70% do total contam com menos de 10 empregados e apenas cerca de 30 empresas empregam mais de 50 trabalhadores.

Do ponto de vista geográfico, observa-se uma notável concentração da oferta nas zonas Norte e Centro do país, que reúnem 37% e 27%, respectivamente, do total de empresas.