terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Vendas do sector de azulejos e pavimentos cerâmicos cairam 3,7% em 2013


As vendas do sector de azulejos e pavimentos cerâmicos em 2013 foram de 340 milhões de euros, o que significa menos 3,7% do que em 2012 e uma variação média anual de pouco mais de 5% em comparação com o exercício de 2010, uma tendência de baixa, num contexto de forte retrocesso das vendas no mercado português e crescimento moderado das exportações.

As vendas em Portugal reduziram cerca de 20% em 2013, após as quedas de 24% e 19% contabilizadas em 2012 e 2011, respectivamente, até se situarem em 109 milhões de euros. Neste contexto, a propensão a exportar tem crescido significativamente nos últimos exercícios, até superar os 75% em 2013, cerca de vinte pontos percentuais mais do que em 2009.

No exercício de 2013, as exportações alcançaram 259 milhões de euros, quase 2% mais do que em 2012.

Num enquadramento de forte deterioração das vendas, o número de empresas com actividade no sector tem mantido, nos últimos anos, uma tendência descendente, contabilizando-se 72 em 2012, face a 92 operacionais no ano de 2008.

O volume de emprego, pela sua parte, cifrou-se em 2012 em 3.900 trabalhadores, cerca de menos 1.000 do que em 2008, situando-se em 55 pessoas, o número médio de efectivos por empresa.

Apenas onze operadores, 15% do total, empregavam mais de 100 trabalhadores, concentrando este grupo de empresas cerca de 80% do volume total de empregoso sector.