quarta-feira, 13 de março de 2013

Abrandamento no crescimento da produção de calçado em 2012



Evolução do mercado

- O valor da produção de calçado experimentou um forte aumento em 2011, impelido pelo dinamismo das vendas no exterior e o bom comportamento dos preços, até alcançar os 1.565 milhões de euros, o que indica um crescimento de 17,8% face ao ano anterior.

- Os dados para 2012 apontam para um abrandamento no crescimento do volume de negócio, como consequência da perda de fortaleza das exportações e a deterioração da procura interna. Assim, para esse exercício estimam-se vendas de produção nacional de 1.590 milhões de euros, 1,6% mais do que em 2011.

- França manteve-se como o mercado externo mais importante, embora a sua participação sobre as exportações totais tenha reduzido em 2011 até os 26,3%. Alemanha é o segundo destino, à frente de Holanda, Espanha e Reino Unido.

Estrutura da oferta

- A estrutura da oferta no sector de calçado apresenta uma notável atomização. Em 2011 operavam 1.254 empresas, que geravam um volume de emprego de 32.377 pessoas, resultando uma média de 26 trabalhadores por empresa.

- 60% dos fabricantes empregam menos de 10 empregados, enquanto só 10% dá emprego a mais de 50 pessoas.

- A actividade produtiva concentra-se na zona Norte de Portugal, onde se localizam mais de 90% das empresas, destacando os concelhos de Felgueiras, no distrito do Porto, e Oliveira de Azeméis e Santa Maria da Feira, ambos em Aveiro, os quais geraram conjuntamente 60% do emprego total.