terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Concessionários de Automóveis: Forte decréscimo das vendas de automóveis

 
Evolução do mercado
 
- O volume de negócio no sector de concessionários de automóveis - incluindo a venda de automóveis novos, a venda de automóveis de ocasião e a venda de recâmbios, serviços de mecânica e reparação e outras actividades - experimentou no biénio 2011-2012 um decréscimo significativo, num contexto de deterioração do rendimento disponível das famílias e endurecimento das condições de financiamento.
- Em 2012 decresceu para os 3.000 milhões de euros, o que representou 32% menos que em 2011. As vendas de veículos ligeiros de passageiros diminuíram nesse exercício 95.290 unidades, face às 153.482 de 2011 e as 223.464 de 2010.
- As previsões no curto prazo apontam a uma prolongação da tendência descendente das vendas, o que adiará a recuperação das  margens. Assim, para o encerramento de 2013 estima-se uma queda adicional do valor de mercado de 10%.
 
Estrutura da oferta
 
- A desfavorável evolução do mercado registada nos últimos anos provocou uma redução significativa da oferta no sector de concessionários de automóveis.
- Em 2010 operaram em Portugal 5.200 empresas vocacionadas para a venda de veículos automóveis ligeiros, perto de 800 menos que o ano 2008. A zona Norte é a que contém um maior número de operadores, com o 33% do total.
- O número médio de empregados por empresa situou-se nesse ano em sete pessoas, localizando-se as mais pequenas na zona Centro.